Livro de Enoch

enoc

 fragmentos do Livro de Enoch

O Livro de Enoch foi retirado do Corpus Bíblico por ser considerado apócrifo. Todavia, ele é citado nos textos canônicos no Novo Testamento em: Lc 3,37; Hb 11,05; Jd 01,14 assim como no Antigo Testamento no Livro Eclesiástico (Eclo 44,16 e 49,16).
Também citado por SEARS (1976)  na sua obra Ladrão na Noite (pp. 80, 112, 134, 169, 172, 173 e 275).(1)

Referências a Bahá’u’lláh e o Dia da Ressurreição:

Que um dia deve pôr em convulsão o pico do monte Sinai, aparecer em seu tabernáculo e se manifestar com toda força de sua celeste potência.(Ec 1,04)
Então os eleitos receberão a sabedoria, e não haverá transgressão, nem impiedade, nem orgulho; mas conduzir-se-ão com prudência, humilhar-se-ão e não mais violarão os santos mandamentos. (Ec 6,11)
Nesses dias, os santos e os eleitos terão sua vez. A Luz do dia habitará neles e o esplendor e a glória os iluminarão. (Ec 48,01)
Naquele tempo meus olhos viram a morada dos eleitos a sede da verdade, da fé e da justiça… (Ec 37,05)

O Reino de Deus na Terra

Então os filhos dos homens viverão na justiça, e todas as nações prestar-me-ão as honras que me são devidas, todos irão me bendizer, todos me adorarão.
A Terra será liberada de toda corrupção, de todo o crime, de toda punição, de todo sofrimento e não mais terá a temer de mim um dilúvio exterminador.
Nesses dias, abrirei os tesouros de bençãos encerrados no céu, espargirei-os sobre os homens e fecundarão as obras e os trabalhos dos homens.
A paz e a justiça farão aliança com os homens e essas uniões sagradas durarão tanto quanto o mundo e suas gerações. (Ec 10,26-29)
Nesse momento, os senhores da terra deixaram de ser poderosos e elevados. Ser-lhes-á impossível contemplar os santos de frente, pois a luz dos justos e dos eleitos só pode ser contemplada pelo Senhor dos Espíritos. Entretanto, os poderosos deste mundo não serão destruídos, serão deixados nas mãos dos justos e dos santos. (Ec 36, 04-05)
Assim o Eleito e o Misterioso foi engendrado, antes da criação do mundo e sua existência não terá fim. (Ec 46,05).
Mas no dia de sua perturbação, a paz reinará na terra. (Ec 46,10).

A Glória de Deus

Ei-la: Havia outra morada mais espaçosa que a primeira, cujas portas estavam abertas diante de mim, em meio a uma chama vibrante.
Tamanha sua glória, magnificência, grandeza, que me é impossível vos configurá-la, nem mesmo o esplendor que a envolve, nem sua vasta extensão. (Ec 13,14-15)  (2)
Lá, vi então o Ancião dos dias cuja cabeça estava como coberta de lã branca e com ele, um outro, que tinha a figura de um homem. Esta figura era plena de graça, como a de um dos santos anjos. Então interroguei a um dos anjos que estava comigo e que me explicou todos os mistérios relativos ao Filho do homem. Perguntei-lhe quem era ele, de onde vinha e porque acompanhava o Ancião dos dias. Respondeu-me nessas palavras: “Este é o Filho do homem a quem toda a justiça se refere, com quem ela habita, e que tem a chave de todos os tesouros ocultos; pois o Senhor dos Espíritos e escolheu preferencialmente e deu-lhe glória acima de todas as criaturas.
Esse Filho do homem que viste, arrancará reis e poderosos de seu sono voluptuoso, fá-los-á sair de suas terras inamovíveis, colocará freio nos poderosos, quebrará os dentes dos pecadores.
Expulsará os reis de seus tronos e de seus reinos, porque recusam honrá-lo, de tornarem públicos seus louvores e de se humilharem diante daquele a quem todo reino foi dado.
Colocará tormentos na raça dos poderosos; forçar-los-á a se deitarem diante dele. As trevas tornar-se-ão sua morada e os vermes serão os companheiros de sua cama; nenhuma esperança para eles de sair desses leito imundo, pois não consultaram o nome do senhor dos Espíritos.
Desprezarão os astros do céu e elevarão as mãos contra o Todo-Poderoso; seus pensamentos serão voltados apenas para terra na qual desejarão estabelecer sua morada eterna; e suas obras serão apenas obras de iniqüidade. Colocarão suas alegrias em suas riquezas e sua confiança nos deuses fabricados por suas próprias mãos. Recusar-se-ão a invocar o Senhor dos Espíritos, expulsá-lo-ão de seus templos. E os fiéis serão perseguidos pelo nome do Senhor dos Espíritos. (Ec 44,01-06).  (3)

Trono de Deus

Nesse tempo, vi o Ancião dos dias, sentado no trono de sua glória. O Livro da vida estava aberto diante dele e todas as potências do céu se mantinham curvadas diante dele e ao seu redor. (Ec 45,03).
Ó reis, ó poderosos desse mundo, vereis meu Eleito sentado no trono de minha glória. ( Ec 53,05) . (4)

Notas

1 – Willian Sears nomeado por Shoghi Effendi, Guardião da Fé Bahá’í como Mão da Causa de Deus, autor de   muitos livros merecendo destaque o livro O Ladrão na Noite que trata de profecias bíblicas.
2 – Citação semelhante em Ec 13,14-15.
3 – Vide também Ec 49,03.
4 – Vide também Ec 23,01-09; Ec 45,04; Ec 60,01-03; Ec 60,12.

REFERÊNCIAS:

BÍBLIA DE JERUSALÉM SÃO PAULO: ED PAULINAS, 1981.
O LIVRO DE ENOCH. TRAD. M. PUGLIESI & N. DE PAULA LIMA. SÃO PAULO: ED HEMUS, 1982.