Dalai Lama visita o Templo de Lótus na Índia e faz discurso sobre compaixão

 

No último dia 16, o Dalai Lama esteve na Casa de Adoração Bahá'í em Nova Délhi, onde proferiu discurso sobre compaixão e participou do encontro de oração. Sua Santidade foi calorosamente recebida por Nazneen Rowhani, Secretária Geral da Fé Bahá'í na Índia e pelo embaixador Ashok Sajjanhar, Secretário da Fundação Nacional (NFCH). O público contava com estudantes de 14 escolas diferentes em Nova Déli, diplomatas, diretores de escolas, e outros convidados.

Dalai Lama iniciou o discurso falando sobre igualdade: "eu normalmente não gosto de formalidade, porque somos todos iguais mentalmente, emocionalmente e fisicamente. Todos nós temos problemas, no entanto, a educação nos permite visualizar nossos problemas de uma perspectiva mais ampla para que possamos lidar com eles". E direcionando para as crianças na plateia, ele falou sobre o papel delas na construção de um mundo melhor: "vocês são muito importantes para o futuro da humanidade. São a geração do século XXI, em vocês residem a esperança de criar um futuro melhor. E serão ainda os responsáveis pela solução dos problemas criados pela a minha geração”.

Sua Santidade explicou ainda que a violência do século XX surgiu em grande parte devido à mente fechada, quando as pessoas consideram apenas os interesses de seu próprio grupo em vez de enxergar os da humanidade como um todo. Após a palestra, ele participou de uma reunião de orações hindus, muçulmanas, budistas, cristãs e bahá'ís, que foram recitadas em vários idiomas.

fonte: www.bahai.org.br

 

 

O MUNDO MATERIAL E ESPIRITUAL

por Habib Taherzadeh  (1908-1995)

Short Biography: Habib Taherzadeh (1908-1995) attended the Tarbiyat School in Tihran where he became well-known for his intellectual gifts, and especially his excellence in English, French, and Esperanto. When he completed his studies, he moved to Khuzistan in the south of Iran where he established Esperanto associations and created a glossary of Esperanto words and their equivalents in English, French, and Persian. He later embarked on a career of service to Baha’i institutions. He helped translate the English works of Shoghi Effendi into Persian, and worked at the World Center at the invitation of the Universal House of Justice translating theBaha’i Writings from Arabic and Persian into English. He also published a number of works including biographies, translations, articles, and a bimonthly journal of Baha’i news and reviews.

Muitos dos erros que nós cometemos sobre a realidade do mundo espiritual esta baseado no nosso julgamento e nas nossas idéias deste mundo material. Não temos conhecimento do que esta acontecendo no outro mundo…

O que nós pensamos aqui nesta vida como bem, como coisas boas, para a concepção Divina representa o erro. Nós julgamos o bem e o mau com base na vida material, pois tudo o que vemos neste mundo ao nosso redor é material. Este é o nosso julgamento não o julgamento de Deus. Por exemplo, como Thomas Breakwell que sofrendo de tuberculose pedia à ‘Abdu’l-Bahá mais sofrimento, dores físicas, pedia para viver mais para sofrer mais, e perguntamos: Por que ele fazia isto? Ele era apenas um ser humano! Qualquer pessoa que passa por um grave sofrimento, esta pessoa muda torna-se mais sensível as realidades espirituais. As pessoas que sofrem que passam por uma doença grave, nós julgamos que essas pessoas são infelizes, no entanto, elas são felizes, pois a verdadeira felicidade é a felicidade espiritual.

A presença de Deus significa vida e o afastamento Dele significa a não existência, a escuridão eterna. É possível o homem chegar na presença de Deus, temos que morrer em nós mesmos para poder viver em Deus. Cristo disse “bem-aventurado vós, os pobres, porque vosso é o Reino de Deus”.(Lc 6,20)… e também Bahá’u’lláh, em Palavras Ocultas disse: “para que tu morras em Mim e Eu possa viver eternamente em ti.”(Palavra Oculta nº07). Como uma lâmpada que sacrificou as suas qualidades da terra e ficou pura e limpa tornou-se luz; esqueceu-se de suas caraterísticas da terra. É esta pureza necessária para que o homem atinja a Presença de Deus. Outros que não são puros de coração não podem entrar na Presença de Deus, de maneira alguma. Quando olhamos para nós, vemos que estamos perdendo tempo, não estamos fazendo as coisas que Deus quer. Em Palavras Ocultas esta escrito: “Ó vós belos de aparência, mas vís interiormente! Sois como água límpida porém amarga, de pureza cristalina, aparentemente, mas da qual nenhuma gota é aceita, quando o Avaliador Divino a experimenta.” (Palavra Oculta nº 25).

Todas as orações de Bahá’u’lláh e ‘Abdu’l-Bahá nos exortam para não perdermos tempo. Em outra passagem Bahá’u’lláh diz: “Sois assim como a ave que voa, com plena força de suas poderosas asas e com completa e jubilosa confiança, através da imensidão dos céus, até que, impelida a satisfazer a fome, se volve avidamente para a água e o barro da terra em baixo e, emaranhada no enredo de seu desejo, se vê, impotente para retomar seu vôo para os domínios donde viera. Sem poder de se livrar daquilo que lhe pesa nas asas maculadas, essa ave, antes um habitante dos céus, é forçada agora a buscar sua morada no pó.”(SEB p. 203). A situação de todo mundo é assim, Deus quer saber quem vem a terra para ganhar coisas e quem desprende-se destas coisas. Isto é muito difícil, é o mesmo que pegar uma faca e cortar a sua mão. A pureza requer que deixemos as coisas desse mundo para que possamos ser mais leves e cheguemos no reino dos Céus.

Porém, quase a totalidade das pessoas estão presas a este mundo e não têm chance de chegar na Presença de Deus, poucos tem este privilégio, como os mártires que esqueceram de si mesmos.

…Nascer, crescer e morrer esta é a lei eterna da existência não existe exceção para ninguém. Isto é a prova de Deus para ver o que fazemos nesta nossa única chance, nós somos cegos num mundo de cegos, Deus esta olhando para cada um de nós, Deus nos dá esta oportunidade. Em um instante Deus sabe que tipo de pessoa somos…

Quando a pessoa crê em Bahá’u’lláh recebe ajuda divina para compreender a realidade das coisas, se não aceita é como cego, lê mas não entende. No Alcorão esta escrito: “Eles são cegos, possuem olhos mas são cegos eles tem coração mas não compreendem, Deus foi quem fechou seus olhos seus ouvidos e seus corações”. Este é o castigo de Deus.

Devemos ser firmes em nossa fé a tal ponto se Ele dissesse que a noite fosse dia nós acreditaríamos. Bahá’u’lláh em várias passagens nos exorta para isto. Também diz que aquele que tem fé não disputa com Seu Senhor.

O Báb havia proibido que perguntassemos à Bahá’u’lláh, porém Bahá’u’lláh permitiu que os crentes perguntassem. Quando questionamos temos que ser sinceros e buscarmos a verdade, porém quando questionamos para criticar e disputar representa o verdadeiro erro. Temos que Ter Fé acima de tudo que nada pode enfraquecer a nossa Fé em Bahá’u’lláh. Temos que aceitar tudo o que Ele disse.

‘Abdu’l-Bahá diz “.. que tua fé seja firme como uma rocha, que nenhuma tempestade pode mover, que nada pode perturbar, e que perdure através de todas as coisas até o fim…”

Em um instante daqueles que são puros é retirado o véu e eles vislumbram as realidades através de sonhos e visões como por exemplo os Profetas de Israel. Estes são momentos, mas na outra vida aqueles que são puros compreendem todas as realidades espirituais, no entanto aqueles que são impuros os véus não são retirados e eles permanecem na escuridão pela eternidade.